Logo Alpha C_Fita

A polícia chegou na porta o que fazer agora?

Para casos mais corriqueiros, como entrega de uma citação ou mesmo um problema em uma das unidades, não há por que ter medo da polícia, é preciso ter respeito!

As autoridades quando estão a serviço da lei, no caso policiais ou oficiais de justiça, por solicitação de um morador ou em decorrência de um processo, não terão problema ou colocarão dificuldade em se identificar, aliás, sempre mostrarão respeito por saberem que o acesso ao Condomínio não é livre, porém, estando em uma missão determinada por um juiz, com um mandado ou uma intimação o acesso terá de ser permitido.

É nesse contexto que entendemos oportuno dar algumas explicações sobre os procedimentos e tirar algumas dúvidas comum a todos gestores prediais, porteiros e seguranças patrimoniais.

 1-“Oficiais de justiça no prédio para entrega de uma citação”

O oficial de justiça é a pessoa encarregada de fazer a comunicação de um processo – demanda judicial – executando as ordens de um juiz, cumprindo, portanto, a obrigação de fazer a citação, um mandato, avaliação ou até uma penhora, se for o caso.

Analisado os pontos acima a portaria e segurança deve imediatamente atender o oficial, acionando o morador para descer e receber o documento, geralmente o morador já espera, e pode tentar postergar o recebimento para ganhar tempo. (Daí começa a confusão…)

O funcionário – porteiro ou segurança – nunca deve mentir para o oficial de justiça; ao contrário, deve falar a verdade para que o oficial defina o que fazer, como entrar para tentar entregar diretamente ao morador, falar com ele por interfone, ou ainda passar o documento ao funcionário para que esse protocole e entregue ao morador.

Atenção: Se o funcionário assinar o protocolo de recebimento é muito importante protocolar no livro ou documento interno do condomínio, colocando horário da entrega, tendo ciência da sua responsabilidade em fazer chegar até o morador intimado, principalmente, ficando atento a troca de turno ou informando ao zelador ou gerente predial sobre a existência e necessidade de entrega do documento. Esses são cuidados que, não observados, podem trazer mais problemas se negligenciado a sua entrega.

Observação, a portaria deve ter um protocolo separado para esse tipo de instrumento e a cada troca de turno deverá ser revisto pelo funcionário até a entrega ao morador.

2-“Policiais na porta do condomínio para verificar problemas em unidades”

Polícia Militar na porta do condomínio é sinal de que há problemas, até pelo fato de chegar e vê-los(as) fardados(as), mas, também mostra que o prédio está sendo assistido e protegido pela polícia militar, trazendo uma boa sensação de segurança e atendimento.

O condomínio é uma área privada, os policiais somente terão acesso livre quando houver situações emergenciais, com mandado judicial ou quando acionado por algum morador ou mesmo funcionário.

  1. Situação emergencial é quando há uma perseguição em que os policiais precisam acessar o condomínio, em razão da existência de indícios do “suspeito” estar escondido dentro dos muros do condomínio, ou casa.
  2. Mandado judicial, é quando a polícia está com ordem de prisão ou de averiguação de uma residência ou unidade de um morador ou funcionário.
  3. Quando um morador ou funcionário chama a polícia para pedir ajuda em caso de briga de vizinhos, violência ou perturbação por conta de festas fora do horário autorizado por lei.

Atenção, atendendo chamado a polícia somente poderá acessar as áreas comuns do edifício. Dentro da unidade somente com mandado judicial, ou seja, somente com autorização de um juiz ou do morador se acessa a residência.

É importante frisar que estamos falando de Polícia Militar, que faz um pronto atendimento e atua na resolução de conflitos, mantendo em vigor a lei e ordem.

É fundamental que a equipe de segurança patrimonial e portaria esteja preparada e treinada para atuar nesses casos.

Treinamento da equipe é uma responsabilidade do Síndico ou da empresa de segurança, para que saibam como agir corretamente, realizando as suas funções e auxiliando nos conflitos condominiais.

Nosso objetivo é mantê-los atentos no seu dia a dia e com conhecimento dos procedimentos e rotinas, porém, tem muitas outras orientações que uma empresa especializada precisa atualizar e são imprescindíveis, como nos Condomínios que possuem Portaria Remota.

Nós da Alpha Secure temos os serviços, a técnica e a experiência para auxiliá-lo através de uma equipe capacitada. É assim que, todos os dias, levamos “serviços e tecnologia para sua segurança”.

Esperamos ter ajudado você em mais um conteúdo.

Equipe Alpha Secure

Post tags :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores