março sem fundo

A segurança do condomínio, depende da visão de gestão do síndico?

De modo geral, sempre que o assunto “segurança” está em evidência e se torna prioridade, é porque alguma anormalidade aconteceu e aí, alguém sofreu algum prejuízo, um susto, ou esteve refém de alguma situação de risco.

Quando envolve um empreendimento, um Condomínio ou uma empresa, temos a figura do Gestor, um Síndico ou um gerente que, por princípio, tem-se a expectativa de que essa pessoa tem capacidade para pensar em soluções baseados na necessidade do empreendimento ou da área perimetral. Jogar a culpa nos órgãos públicos, ou mesma nas falhas e consequências da sociedade e do mundo em que vivemos, nem sempre resolve ou substitui a responsabilidade de quem é remunerado ou concordou com a incumbência de representar um grupo.

É lógico que, em se tratando de segurança, temos o efeito negativo e absurdo da criminalidade, mas, é para isso que pensar antes, ser proativo, é o que se espera de quem está na liderança.

No caso de empresas, a avaliação sempre será mais direta, embora envolva sempre um projeto mais factível de ser cumprido, uma vez que, aprovado e implementado, os funcionários seguirão, apresentarão suas credenciais, cumprirão os procedimentos estabelecidos pela diretoria, por essa será a regra para se estar e trabalhar em determinado local. Poderíamos dizer que não cumprir as normas e procedimentos de segurança numa empresa há um risco de perder algo que as pessoas não querem.

Pois bem, seguindo esse mesmo raciocínio, nos Condomínios, o processo é bem diferente, pois, cabe ao Gestor, no caso o Síndico, independente da condição de caixa do Condomínio ou do valor da taxa condominial, ou mesmo da opinião individual, ter uma visão proativa, até porque, a legislação estabelece que ele, Síndico, é a pessoa que responde civil e criminalmente pelo empreendimento, além do que, cabe a ele delegar as funções administrativas a pessoas ou empresas sob sua responsabilidade.

Logo, é nesse momento que a Assembleia é uma aliada do Síndico, pois, cumprindo a primeira etapa que é a de ter uma visão sobre a segurança do empreendimento, tanto em termos de procedimentos, rotinas, equipamentos, sistemas de controle, acessórios e com pessoal (porteiros, controladores de acesso e segurança), de apresentar aos moradores e demonstrar a necessidade, que deve objetivar – unicamente – a proteção dos Condôminos.

É fato que a elaboração desse projeto deve ser feita por especialista ou mesmo através da empresa terceirizada, se é que essa empresa tem uma visão crítica, se tem especialistas para elaborar uma análise de risco, e não apenas na hora do sufoco, propor a instalação de uma câmera aqui e outra ali, para cobrir apenas um erro que já passou…

Conforme afirma Marcos Eduardo, expert na área:

“Buscar um especialista depois que as coisas acontecem, é como o gestor admitir que existia um problema e ele não tinha dado importância, logo, ele não era um gestor proativo.
Como dizia Margareth Tacher “Se eu tenho de dizer que sou uma dama, então eu não sou”. ”

Se você é um gestor e tem a responsabilidade tácita sobre pessoas, um empreendimento ou sua família, você tem de ser proativo e pensar em como proteger, tendo uma empresa que tenha experiência para proteger e não apenas olhar somente o menor custo, sem considerar as obrigações que isso requer.

Enfim, tendo um projeto em mãos, cabe a esse Síndico apresentar em Assembleias, ou formar uma comissão de segurança para discutir e tirar dúvidas previamente.

Mesmo no caso de não ter recursos para implementar de imediato, é possível formar um fundo ou mesmo executá-lo em fases e, mesmo que num primeiro momento os moradores não queiram por uma questão financeira, o assunto não deve ser esquecido ou deixado de lado, como se a obrigação tivesse sido feita. Esperar acontecer nunca deverá ser uma opção!

É por pensar assim e ser uma empresa que há 16 anos pensa em segurança todos os dias, que a Alpha Secure se capacita e dispõe de especialistas e técnicos para assessorá-los em todas as fases do processo, ou seja, na elaboração, apresentação e até na formatação de um planejamento financeiro.

Se pensarmos que estamos chegando na época de final de ano e férias, nada mais oportuno colocar esse assunto na mesa de discussão. Entre em contato conosco e veja tudo que podemos fazer por você e pelo seu negócio!

Grupo Alpha Secure.

Post tags :

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores