Logo Alpha C_Fita

Câmeras Corporais – Body Cam – Sua utilidade e suas polêmicas

A famosa Body-Cam ou câmeras corporais iniciaram as suas operações por volta de 2005 no Reino Unido, inicialmente visando monitorar e integrar a população com as ações Policiais. Nesse mesmo ano essas Body Cams foram utilizadas para fornecer provas e evidências em processos criminais. Os Condados de Devon e Cornwall no sul da Inglaterra foram os pioneiros nesse projeto.

Devido à grande parte da aprovação da população, as Body cams começaram a se popularizar e a partir dos cinco anos seguintes elas foram sendo aderidas em todo o Reino Unido.

Nos Estados Unidos o mercado de Body cams/Body Worn se massificou a partir de 2014, pois as policiais já tinham um recurso parecido que eram as famosas Dashcam – Câmeras de console instaladas nos para-brisas de seus carros que foram introduzidas desde a década de 80 e muito conhecidas pelo grande público devido a sua grande exposição em filmes e propagandas de agentes governamentais. Hoje cerca de 80% dos policiais usam câmeras corporais, agregado as Dashcams em seus veículos.

O mais famoso caso de utilização de Body Cam nos Estados Unidos empregado na área Militar foi quando o Presidente Barack Obama ordenou a morte do terrorista Osama Bin Laden em maio de 2011. Naquela ocasião os militares utilizavam as câmeras corporais em seus capacetes, o que permitido com que fossem acompanhados ao vivo pelo Presidente e sua equipe de Generais.

No Brasil as Body-cams começaram a ser instaladas nas Polícias de Santa Catarina e São Paulo em 2014 e 2016 respectivamente, a partir disso, foi sendo aderida por todos os estados. Em São Paulo inicialmente essas câmeras não eram usadas como provas periciais devido à falta de regulamentação, porém em 2019 a Polícia paulista implementou modernizações no seu projeto visando adequar a sua operação especificamente com o implemento de sistemas e a coleta de evidências utilizando as gravações como provas criminais e periciais.

Da Polêmica:

No Brasil as câmeras corporais ainda trazem muitas polêmicas, principalmente na área da segurança pública (Polícia), uma vez que as coletas e informações são circunstanciais e importantes relacionadas a crimes, evidências em abordagens e reações do local da apreensão, embora muitos policiais reclamem da grande exposição das suas privacidades, bem como de seus cidadãos por estarem muito expostos ao uso e interpretações inadequadas.

Realmente o equipamento é um ganho para nossa polícia e intendemos que elas vieram para proteger o bom policial e a população de bem. O programa de gravação deve sempre ser revisado e melhorado para que todos possam desfrutar da tecnologia a serviço de nosso cidadão.

Da sua utilização:

  • A área de segurança pública, como Polícias e Guardas civis Metropolitanas, é um fato relevante e muitos estados já aderiram a sua utilização;
  • As empresas de energia já utilizam o recurso para avaliar a produtividade e controle da segurança dos trabalhos de seus empregados;
  • Empresa de segurança nos transportes públicos, como trens e metrô, já aderiam na operação de seus guardas, com grande efeito na prevenção, a garantia de abordagens legais aos usuários;
  • Escolas usam para a checagem de alunos nas suas entradas e saídas, bem como os seus respectivos acompanhantes;
  • Condomínios cada vez mais tem utilizado para acompanhar e identificar moradores e visitantes.
  • Empresa de entregas (logística), já utilizam o equipamento para validação da empresa do pacote ao seu destinatário, assim garantindo evidência do recebedor;

A utilidade de uma Body Cam no mercado privado hoje no Brasil é imensa e certamente deve expandir rapidamente para vários setores como Indústria, Comércio, Portos, Aeroportos, transportes, etc.

O mercado da segurança privada já é consumidor do equipamento; há projetos para a utilização desse recurso, onde destacamos os seguranças em shoppings e eventos. A tendência desse marcado é de crescimento nos próximos anos.

Evoluindo constantemente:

Por ser portátil e stand alone (utilização independente) esse dispositivo pode ser usado com ou sem a tecnologia Wi-fi e/ou 4G/5G e, quando usado com esse recurso, pode ser acompanhando até por uma supervisão remota.

Destacamos que alguns equipamentos possuem a marca d’água em suas imagens, relevante para o judiciário aceitar em provas para eventual condenação de pessoas por seus crimes.

O mercado de Body Cam no Brasil e no mundo está passando por intensas mudanças, incluindo uma enorme inserção de recursos e tecnologias ampliando ainda mais as áreas de abrangência de sua utilização e isso inclui além de gravação de pessoas com áudio e vídeo de alta resolução até a leitura de placas veiculares, reconhecimento facial dentre outros.

A Alpha Secure já comercializa Body Cams há mais de sete anos e conhece muito bem todas as suas aplicações tanto no mercado Corporativo como imobiliário. Fale com um de nossos representantes.


Fontes: DTS Solution  Cambridgeshire-U.K. e Wikipédia

Antonio Marcos Moreira – Diretor de Segurança Eletrônica no Grupo Alpha Secure

Post tags :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores