Logo do Site

Golpe do WhatsApp, tenha cuidado, você pode ser o próximo!

O App de mensagens queridinho dos brasileiros, vem sendo usado por criminosos para golpes. Até aqui nenhuma novidade pois certamente você já ouviu falar ou até conhece alguém que tenha sido enganado.

Dados de uma grande empresa de cyber segurança, mostram que mais de 5 milhões de golpes financeiros foram detectados antes do final de 2022, já outro dado mostra também que 43% dos brasileiros já sofreram tentativas de golpe. Os principais golpes aplicados no WhatsApp são aqueles que utilizam engenharia social. O termo se refere a estratégia de enganar o usuário utilizando seu meio social e sua boa vontade. Toda narrativa é montada sobre algumas informações para que você pense ser verdadeira, a qual chamamos de meias verdades, é isso que nos fragiliza a cairmos no golpe.

Os criminosos estão constantemente inventando novas formas e abordagens para aplicar os golpes. Porém, muitos golpes utilizam de artimanhas semelhantes com roupagens diferentes. Dessa forma, ao conhecer um determinado golpe, o usuário é capaz de identificar possíveis crimes ao receber uma abordagem semelhante. Por isso, selecionamos alguns dos principais golpes aplicados via WhatsApp e formas de se proteger. Confira a seguir os golpes praticados no aplicativo de mensagens:

Promoção de uma marca

Esse golpe ocorre em uma falsa marca, que teoricamente estaria te disponibilizando um presente ou brinde para você, por conta de uma celebração como por exemplo mês de aniversário da marca, como forma de identificar um jeito para que você possa resgatar o brinde.

Nesse tipo de golpe o site que o usuário é redirecionado pede que a vítima participe de um pequeno e simples questionário, na sequência a página pede para que o usuário compartilhe o “benefício” com uma determinada quantidade de contatos.

Um exemplo: Uma marca de tênis que você gosta pede para vc. preencher poucos dados e, com isso, você consegue comprar por um valor muito baixo, assim chamando sua atenção para que pode ser um bom negócio, dessa forma te direcionam a sites que parecem ser oficiais, mas são máscaras para você cair no golpe. Cuidado, pois, você está sendo manipulado para um GOLPE VIA PHISHING.

Esses golpes de phishing, geralmente, enviam comunicados com informações manipuladas pelos criminosos para se passar por bancos, instituições financeiras, prestadoras de serviços públicos como água, luz e gás, operadoras de telefonia, entre outras. Para enganar as vítimas e convencê-las a seguir com as orientações do comunicado, também é comum a criação de sites bem similares aos sites oficiais.

Os comunicados podem incluir envio de faturas falsas, uma alteração cadastral, ou os próprios links para as promoções e campanhas falsas que a empresa estaria promovendo.

O golpe é simples de você se proteger, mas é preciso ter atenção, sempre! Na dúvida sempre entre em contato com a empresa que enviou o comunicado e verifique se a página que o link redireciona é de fato daquela empresa, ou então, não continue com a operação.

Clonagem de WhatsApp e pedido de dinheiro emprestado.

Sabe que temos os nossos dados pessoais em muitas empresas, bancos, e certamente você já ouviu falar de vazamento de dados. Assim começa o problema que os golpistas utilizam, baseando-se nas informações indevidamente expostas para aplicar golpes como o de empréstimo de dinheiro. 

Golpe campeão e por isso é preciso prestar muita atenção, principalmente se você estiver precisando de alguma coisa. A facilidade e a “boa vontade” nem sempre será o melhor caminho.

Nesse golpe é muito comum no WhatsApp, no qual um número desconhecido utiliza a foto de um conhecido, como amigo ou familiar, para pedir um empréstimo. O criminoso geralmente inventa uma emergência para solicitar o dinheiro, por isso, não vá acreditando e fazendo imediatamente, o que parece, pode não ser.

Dica simples:

1º. “Para identificar se é falso ou não o pedido de empréstimo, pede para a pessoa enviar um áudio, o golpista não vai te enviar um áudio”

2º. “Pegue o telefone (não do WhatsApp) o telefone mesmo e ligue para o seu amigo ou parente, se não atender não faça nada e se atender vai ver que é golpe”

Diferente do roubo de WhatsApp, em que a vítima tem sua conta na rede social invadida pelo criminoso, a clonagem criará uma nova conta para se passar pela vítima e enganar os conhecidos dela.

Roubo de WhatsApp

A vítima recebe em seu telefone uma mensagem pedindo para que ela informe o número de SMS que foi enviado por engano ao telefone da vítima. Ao passar esse código, o criminoso terá total acesso ao WhatsApp da vítima. 

Outra forma de roubar o WhatsApp é através do SIM Swapping (cartão ou chip), que permite que as contas sejam roubadas incluindo até mesmo credenciais bancárias. Esse procedimento acontece com os criminosos obtendo um chip com o número da vítima, dessa forma o criminoso toma controle total do aparelho.

Dica importante para sua proteção do WhatsApp.

1º. “A principal recomendação é aprender a desconfiar. Não clique em nenhum link que receber ou preencha com informações pessoais qualquer formulário que chegue até você.

2º. A segunda coisa é ativar a autenticação de dois fatores no WhatsApp e, se possível, usando um aplicativo de autenticação e não SMS. Desta forma, é possível evitar o sequestro de contas. Além disso, é aconselhável ter uma solução de segurança instalada, configurada e atualizada no dispositivo, que permite identificar e bloquear os sites ou arquivos maliciosos geralmente usados neste tipo de fraude”

3º. Nunca, de forma alguma digite ou passe sua senha para pessoas do outro lado do telefone, nenhuma empresa ou banco pede isso pelo telefone.

No caso de instituições financeiras, a recomendação é sempre entrar em contato com o seu banco, operadora, ou empresa que enviou a mensagem via WhatsApp para conferir se as informações procedem.

No WhatsApp, saiba como ativar a confirmação em dois fatores

  1. Na tela inicial do WhatsApp, clique no ícone representado por três pontos e vá em Configurações;
  2. Acesse a opção Conta e depois Verificação em duas etapas;
  3. Clique em Ativar e prossiga para definir o código PIN;
  4. Escolha o código único que será solicitado toda vez que você for acessar o WhatsApp através de um novo celular;
  5. Configure o e-mail para restaurar o código PIN caso tenha esquecido. Ao prosseguir, a autenticação de dois fatores estará ativa em sua conta.

Nosso objetivo é manter você atento no seu dia a dia, esperamos ter ajudado você em mais um conteúdo, afinal, mantê-lo seguro e protegido, em todos os âmbitos, é um compromisso nosso todos os dias.

Alpha Secure, serviços e tecnologia para sua segurança.

Equipe Alpha Secure.

Post tags :

0 resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores