março sem fundo

Postura Profissional de um Vigilante ou Controlador de Acesso

O mercado de prestação de serviço especializado, como no caso da segurança patrimonial, se tornou muito concorrido, o que fez com que muitas empresas surgissem no mercado, porém, sem preparo e qualificação, tanto no que tange as empresas, como aos profissionais para desempenharem e atenderem ao serviço contratado pelo cliente, que espera qualidade, técnica e prioridade.

Quando o cliente decide por contratar esse serviço, ele está confiando numa proposta ou promessa de serviço e, muitas vezes, não está preparado para especificar ou definir as regras, parâmetros e tipo de serviço para atender suas expectativas, e quando não, apenas no histórico e no menor custo, o que por si só gera uma probabilidade muito grande de decepção ou não entrega do serviço contratado.

Isso porque, no final o serviço prestado é realizado por funcionários que via de regra precisam estar preparados, de acordo com o que estabelece a Polícia Federal, mas a falta do cuidado na contratação, certamente trará – ao contrário do pretendido – a insegurança -, dores de cabeça, quando a expectativa é de que essa empresa que resolva seus problemas, em resumo, torne o ambiente seguro!

Claro que o objetivo final é a garantia do patrimônio ou o bem-estar dos funcionários ou das famílias. Nunca deixar que ocorra um roubo, furto ou sequestro é o resultado que se espera, porém queremos demonstrar que a expectativa é sempre maior quando se compra um serviço de segurança. Sugerimos sua atenção abaixo para entender se e capaz de atender.

VIGILANTE OU CONTROLADOR DE ACESSO

Entenda que não basta ter somente conhecimento técnico, a postura profissional, vai diferenciar você de seus concorrentes.

Exposto (frente) na posição que desempenha, o vigilante é uma pessoa investida de autoridade para fiscalizar e proteger o patrimônio da empresa ou da família para a qual ele presta serviço. Lembre-se, quem te contratou confia no seu trabalho.

Na empresa, é sempre um agente que representa a administração e a sua autoridade se resume as ações preventivas e um mínimo de ações repressivas. Justamente por estar investido de autoridade é que o vigilante, ao se relacionar com as pessoas, no desempenho de suas funções, deve obedecer a certas normas.

EXPECTATIVA E REALIDADE

Nas situações de relacionamento (com cliente ou terceiros) durante o trabalho, o bom vigilante ou controlador deve ser:

  • Calmo, mas enérgico. Nunca é irônico, ou grosseiro;
    o Não entra em discussão com quem quer que seja, diga que é uma regra que você está cumprindo.
  • Possui idoneidade moral. Jamais pode ser comprado. Sua palavra vale um contrato;
  • Não deixa que problemas pessoais influenciem no seu trabalho;
    o Não divulga seus problemas ou frustações no ambiente profissional.
  • Usa vocabulário decente e correto (sem gírias);
    o Seja formal, usando Sr. Sra., obrigado, de nada, (entenda, que menos é mais), quando se trata de postura profissional.
    o Escute mais e fale menos.
  • Saber que as relações de trabalho são impessoais;
    o Você está trabalhando, não pense que pode ser amiguinho de seu cliente.
  • Nunca hostilize seus colegas nem o público.
    o Mesmo que ele mereça nunca seja cruel, nem grosseiro, quando precisa fazer críticas;
  • Nunca seja bajulador quando precisa elogiar alguém;
    o O bajulador é sempre mau visto. Não confunda cortesia com bajulação.
  • Saber apreciar uma boa brincadeira, ter bom humor é importante, mas cuidado ao responder ou fazer uma brincadeira;
    o (Proteja-se dessa armadilha).
  • Receba uma crítica com responsabilidade, entenda que é para seu desenvolvimento pessoal;
    o Entenda que sempre é para melhorar a sua postura ou profissionalismo e não algo pessoal.
  • Assuma seus erros e jamais invoca a autoridade superior para justificá-los;
    o Dizer que vai falar com o chefe é sempre sinal de fraqueza.
  • Trate a todos com cordialidade, pontualidade e respeito;
    o Faça para os outros o que você gostaria receber.
  • Saiba demonstrar interesse nas questões pessoais dos colegas quando pode ser útil, mas sem exagero, que pode ser prejudicial;
    o Você não precisa tomar partido ou querer resolver um problema que não e seu.
  • Deixe a vontade a pessoa que vem falar com você. Observe-a de frente e mostre interesse no assunto. Seja sincero.
  • Procure resolver seus problemas com a empresa sem divulgar ao cliente.
    o Lembre-se, você foi contratado para resolver o problema do cliente não ao contrário.

REQUISITOS NECESSÁRIOS PARA FUNÇÃO

a) Ter iniciativa;
b) Manter-se atualizado sobre sua função. Ter interesse em adquirir cultura e conhecimento;
c) Pratique exercícios, manter-se em perfeitas condições de saúde física e mental, pois no seu trabalho, um só momento de distração pode leva-lo a prejuízos incalculáveis;
d) Tenha hábitos saudáveis, sem cigarro no trabalho e em suas folgas tudo com moderação;
e) Concentre-se em situações difíceis, como excesso de barulho, calor ou frio;

Esperamos que com esse texto, você tenha relembrado o motivo da nossa atividade e os parâmetros de contratação pelo qual os Clientes contratam nossos serviços. Caso queira aprofundar mais sobre o assunto estaremos a disposição para atendê-los.

ALPHA SECURE, evoluindo pessoas.
Novembro/2023

Post tags :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores