Design sem nome (39)

Primeiros Socorros em Condomínios

Emergências ou acidentes em condomínios costumam ser mais comuns do que o esperado. Por esse motivo, além de medidas preventivas e manutenção regular dos espaços, especialistas reforçam a importância da preparação dos funcionários do prédio para casos do tipo.

Porteiros, seguranças, zeladores e auxiliares de limpeza, por estarem presentes na rotina do dia a dia, devem ser orientados e conscientes do que devem fazer em momentos de emergência onde minutos são excrescências para garantir a sobrevivência. Porteiros terceirizados, a empresa responsável pelo funcionário encarrega-se do treinamento e preparação do funcionário. Já no que chama de “porteiros orgânicos”, ou seja, contratados diretamente pela administração do condomínio, é preciso contratar empresas para realizarem tais treinamentos ou cursos.

Você saberia como proceder caso visse uma criança se machucando no condomínio? um condômino tendo um ataque cardíaco ou ferimento grave, uma reação rápida e correta pode ser essencial; mal súbito, crise convulsiva, desmaio, engasgamento, queda e queimadura são situações relativamente frequentes em condomínios, são coisas corriqueiras em um condomínio – brigas e incêndios dentro das unidades infelizmente, são comuns, como atender?

Saber onde está a cadeira de rodas, o kit de emergência ou alarme de incêndios é o básico dentro da prestação de serviço.

Certamente, se você ficou em dúvida está faltando treinamento, ou você é daquele que se livra do problema e na emergência, aciona o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) pelo número 192.

No momento exato do incidente ou acidente, nossa conduta tem que estar alinhada com a responsabilidade de atender uma vítima. Contudo, é preciso ter em mente que há um período entre o fato ocorrido e o socorro chegar.

Como devo fazer para não errar? E é necessário estar preparado para tomar algumas providências até que a situação se estabilize.

 O que diz a norma?

A norma reguladora, “A NR-5 obriga que os condomínios ofereçam curso de CIPA [Comissão Interna de Prevenção de Acidentes] para pelo menos um dos funcionários”.

A CIPA busca evitar incidentes de trabalho. Condomínios com mais de 51 funcionários devem criar uma comissão, enquanto aqueles com número inferior ficam obrigados apenas a destinar um funcionário para participar de um treinamento anual de prevenção de acidentes, que inclui primeiros socorros. Diz ainda a mesma norma, que “O condomínio tem que ser equipado com material necessário para prestação de primeiros socorros” O kit deve incluir itens como gaze, atadura, esparadrapo, algodão, soro fisiológico, entre outros.

Os especialistas reforçam a importância da portaria e da zeladoria serem instruídas quanto aos telefones de emergência. Além do número da polícia (190), do SAMU (192) e dos bombeiros (193), os funcionários devem ter disponíveis os contatos da empresa de manutenção de elevadores, da seguradora do condomínio, das empresas responsáveis pelo fornecimento de gás e manutenção das bombas e portões.

Dado importante: 40% das emergências e acidentes ocorrem nas garagens e piscinas, e 60% desses as ocorrências poderiam ser resolvidas dentro do condomínio, se os funcionários e moradores tivessem treinamentos adequados.

Itens indispensáveis em uma guarita

O kit de primeiros socorros pode ser montado com itens facilmente encontrados em farmácias, com baixo custo. O kit deve ser colocado em local de fácil acesso e o tipo deve ser compatível com número de condôminos. Veja quais itens são indispensáveis:

  • compressa de gaze;
  • luvas de látex;
  • esparadrapo; algodão;
  • ataduras;
  • soro fisiológico;
  • hastes de algodão flexíveis;
  • fita para fixar gaze;
  • bolsa térmica de gel;
  • colar cervical;
  • tesoura;
  • desfibrilador (em São Paulo é obrigatório para imóveis com mais de 1.500 pessoas, e no mínimo uma pessoa capacitada).

Obs.: Importante e saber utilizar os itens acima.

 Conclusão:

Para que o condomínio tenha primeiro socorro de qualidade são necessárias algumas considerações:

Possuir um plano de contingência, que seja liderado pelo síndico; treinamento de primeiros socorros pelo menos uma vez ao ano aos funcionários; conhecimento dos moradores do plano; uma comunicação com os moradores de fácil contato; ter a lista de moradores atualizadas; ter números de emergência de fácil contato, tipo Bombeiro e Samu, empresa de manutenção de elevadores, bombas e portões, além de ter uma empresa de serviço e segurança que entenda a necessidade.

Esse compromisso trazemos para a ALPHA SECURE em buscar os melhores para atingir as melhores marcas, assim atendendo nossos clientes.

ALPHA SECURE, evoluindo pessoas!
Abril/2024

Post tags :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores