março sem fundo

Por que contratamos pela competência e demitimos pelo comportamento?

As pessoas são contratadas por suas habilidades técnicas, mas são demitidas pelos seus comportamentos.” Peter Drucker.”

A cena se repete… durante o processo seletivo, o candidato mostra todas as suas habilidades técnicas, passa por todas as etapas dos testes, consegue o emprego, faz a integração, começa a trabalhar e pouco tempo depois corre o risco de ser demitido. Parece absurdo, mas saiba que é muito frequente nos dias de hoje.

Vamos tentar apresentar a vocês alguns fatores comportamentais que podem provocar esta situação, e pouco tempo depois a empresa demite o colaborador que não se adaptou ao ambiente empresarial.

Da contratação por competência:

O termo ‘competência’ é comumente associado às habilidades de uma pessoa, e está mais relacionado a questões comportamentais do que técnicas. Isso acontece porque uma competência é formada pela união de comportamentos, conhecimentos prévios e a capacidade de criar ou resolver algo.

A seleção por competências é um método usado nos processos de contratação para identificar candidatos com conhecimentos, habilidades e atitudes necessários à uma função. Quando analisamos os currículos, avaliamos através do método CHA (conhecimento, habilidade e atitude), O conceito de CHA foi desenvolvido no livro The Managerial Mirror: Competencies, publicado em 1997, por Scott B. Parry.  Em um trabalho profissional, esse tipo de abordagem demanda conhecimento mais profundo sobre as pessoas, sendo preciso testar suas características e cruzar dados sobre o seu desempenho.

Competência é saber, saber fazer e querer fazer, e esses três fatores afetam diretamente a capacidade e o desempenho de um profissional em suas atividades.

Consegui a minha vaga, e agora?

Quando começamos em um novo trabalho, tudo e fantástico, estamos ansiosos e pronto para mostrar serviço, mesmo que o salário não seja o que se idealizou em receber, mas seguimos com os desafios, e como se diz, ¨mãos à obra¨.

Com o passar dos meses, a ansiedade na entrega dos melhores resultados é sobreposta por possíveis frustrações relacionadas a rotina do trabalho e relacionamentos mais desafiadores que impactam na mudança de comportamento, evidenciando, em alguns casos, características negativas comportamentais, necessitando assim rescindir o contrato de trabalho.

Qual o motivo dessa demissão?

O processo seletivo de uma empresa competente tem um alto custo, troca de funcionário com menos de um ano, não paga nem o processo de seleção.

Muitas vezes a expectativa não corresponde à realidade, pois existem fatores que não podemos controlar, são indivíduos que buscam o mercado de trabalho, mas querem somente que satisfaçam a sua zona de conforto, assim dando o mínimo para atingirem a satisfação profissional e financeira. Por esse motivo, os problemas se acentuam e,” a conta não fecha!”

Abaixo alguns problemas que podem ocasionar demissões:

  • Problemas de saúde com frequência (estresse e somatização);
  • Dificuldades para ser autêntico (adaptação inviável);
  • Curva de aprendizado em declínio (baixo desenvolvimento);
  • Poucas chances de promoção na empresa (estagnação);
  • O ambiente é engessado, e você não consegue nem ter uma conversa relaxada com seus chefes;
  • Como você não se integra, assim suas ideias são descartadas pelos colegas;
  • Sabotagem ao chefe, a empresa e, que no fundo acaba se tornando uma autossabotagem;
  • Faltas sem motivação;
  • Nova oportunidade de trabalho, assim ao invés de pedir a demissão, causa problemas para conseguir a demissão;
  • Troca de função, atividade ou posto mudando a zona de conforto, gerando animosidade;
  • Ritmo, da empresa é ágil e o funcionário é uma pessoa lenta;
  • Críticas do funcionário às rotinas da empresa;
  • Pessoas impacientes (a cada dia mais) e querem tudo rapidamente sem dar o valor ao que já possui.

Todas as habilidades técnicas de trabalho podem ser ensinadas. Mas comportamento é algo difícil de mudar. Não depende apenas do gestor ou da cultura da empresa, depende principalmente da vontade do funcionário.

Afinal de contas, uma relação entre profissionais é, nada mais, que uma relação de pessoa para pessoa.

Quer saber mais faça contato com nossa equipe de seleção!
ALPHA SECURE, evoluindo pessoas!
Fevereiro/2024

Post tags :

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagem mais comentada

Canal de denúncia: entenda, utilize e nos ajude a melhorar.

O canal de denúncias tem como objetivo de dar voz aos denunciantes, de forma anônima e com segurança ...

Postagens Anteriores